Sexta Edição: "Fragmentação e crise"

Hands-(4).jpg  
Editorial
Daniel Biebel,  13 dezembro de 2018

 Temos o prazer de apresentar esta nova edição, a sexta, de Psychoanalysis.today. Nós a intitulamos Fragmentação e crise. Duas palavras intensas, dois conceitos inquietantes.  Mais.
Dr. Thierry Bastin
France Garfinkiel-Freson
Do corpo fragmentado ao pensamento integrado
O agir compartilhado entre a criança ou adolescente e o terapeuta adulto pode conter a sensação de caos e se oferecer como matéria viva ao escoramento de uma palavra integrativa secundarizada.
Partindo de sua história de migração, para a história de políticas de imigração que fragmentam famílias, González revela o panorama brutal que contextualiza as ações do atual governo americano.
Eu trabalho em grande parte com “os inanalisáveis”, pacientes cujos estado e apresentação internos fragmentados os colocam sob o risco de ter uma vida completamente desintegrada.
A política se mostra no consultório psicanalítico por meio dos não ditos de nosso passado histórico traumático que se atualiza nas relações interpessoais, sociais e institucionais.
Nós nunca recuperaremos tudo o que perdemos no momento do nascimento, mas o que pudermos recuperar, se tivermos ajuda suficiente, nos acompanhará, em nossa solidão, até o final.
Dr. Nilofer Kaul
De onde se fala?
Usando a poesia para ilustrar seus conceitos, Dr. Nilofer Kaul analisa o colapso a partir de diferentes perspectivas e examina sua relação com a dor e com os objetos internos.
A 50 anos de "O Eternauta", o clássico comic de Oesterheld, o autor focaliza a "glândula de terror" que inibe todo protesto, universaliza o problema e aponta para evasões psicossomáticas.
 
ÚLTIMOS ARTIGOS DE 30 DIAS
 
 
 
Chamada de trabalhos!
 

Chamada para Contribuições 

Reflexões psicanalíticas

Psychoanalysis.Today tem interesse por questões relativas a muitos campos da experiência humana, como política, sociedade, cultura, relações humanas, meio-ambiente, mundo intrapsíquico, experiência íntima etc e acreditamos que os psicanalistas têm muito a contribuir para a discussão das questões contemporâneas.

Convidamos você a enviar sua contribuição para essa discussão. Você pode escolher entre diversos formatos: textos (de até 1000 palavras), filmes (até 10 minutos), fotografias, quadrinhos ou entrevistas que tenham conexão com o tópico que você deseja compartilhar.

Aceitamos contribuições relacionadas à teoria psicanalítica, trabalho clínico e experiências. É importante ressaltar que o autor é responsável pelo conteúdo de sua contribuição. Considerações éticas a respeito de material clínico são da responsabilidade do autor.

Por favor, envie sua contribuição através de nosso site ou para info@psychoanalysis.today

As contribuições serão revisadas por colegas que utilizarão critérios ligados ao conteúdo, interesse, clareza e criatividade. O Conselho Editorial reserva-se o direito de decidir sobre sua publicação.

Sinta-se convidado a compartilhar conosco suas ideias, experiências e interesses.
 

Dr. Daniel Alfredo Biebel (Chair)
Psic. Marina Kon Bilenky
Dipl. Psych. Ursula Burkert (Chair)
Dr. Helen Fronshtein
Dr. Adrienne E. Harris
Mme Isabelle Lafarge
Lic. Liliana Pedrón Martín
Ms. Gouri Salvi